top of page

"Só por hoje" e o presente, passado e futuro.

Há aqueles que podem levantar dúvidas sobre a capacidade de qualquer indivíduo compreender o passado ou o futuro. No entanto, o budismo sustenta que o presente é a personificação do passado e do futuro, e que perceber o presente é apreender todo o passado e todo o futuro simultaneamente. O presente é o componente crítico que abre a porta para o passado e o futuro.

Veja a seguinte história:

Com o objetivo de promover a abstinência e conscientizar sobre os impactos negativos do álcool, um estudioso veio à cidade para ministrar uma palestra.

Ao entrar na sala de aula, um indivíduo que tinha profundo interesse por bebidas alcoólicas ficou desagradado com a ideia de alguém inibir um dos prazeres mais requintados da vida. No entanto, com o passar do tempo ouvindo atentamente a palestra, ele começou a sentir empatia pelas idéias e argumentos. Embora inicialmente fosse contra sua vontade, ele percebeu o mal que o álcool havia causado e poderia causar e decidiu abster-se de beber completamente.

Após a palestra, ele se aproximou do palestrante e contou toda a história. Ele solicitou que o palestrante redigisse uma nota de incentivo à sua determinação.

"Como me sugere escrever?" perguntou o orador.

O cidadão ofereceu como resposta: "Não posso beber até que eu morra.”

"Parece ser uma tarefa árdua, possivelmente se concentrando nela por longo tempo”, disse o palestrante e então ofereceu ao homem um bilhete escrito: "Sem beber por hoje”.

O homem não gostou muito do que recebeu e argumentou: “Você escreve para que eu siga somente hoje? Você realmente acha que isso é o suficiente?”

Com sorriso no rosto, o orador lhe disse: “Sem dúvida, a decisão de abster-se do álcool é difícil. No entanto, o compromisso com a sobriedade é um primeiro passo crucial na jornada rumo à recuperação. É importante observar que até a decisão de parar de beber hoje marca um marco significativo nessa jornada.”

Ao chegar em seu local de residência, o homem carregava consigo o pedaço de papel com os dizeres: "Sem beber por hoje". Ele prontamente o pendurou na parede e pegou seu relógio de pulso. A expectativa o consumia enquanto esperava ansiosamente a chegada do dia seguinte.

À medida que a noite avançava, ele preparou uma jarra de vinho de tamanho considerável ao lado dele e esperou pacientemente. Ao bater da meia-noite, suas mãos avançaram em direção ao jarro e ele se preparou para beber. Porém, mantinha o olhar fixo na parede e na anotação; uma sensação de desânimo tomou conta dele.

O homem gritou de decepção e frustração: "De novo não! Nada de álcool para mim hoje!”


Cada dia, incluindo hoje, termina para dar lugar a um novo, completando assim a natureza cíclica do tempo. O tempo, que se estende desde as eras passadas, continua infinitamente no futuro, composto por uma sequência ininterrupta de momentos infinitos no presente - cada momento referido como "agora".

O conceito de "eterno agora" tem sido discutido por numerosos filósofos e pensadores que veem o momento presente como uma mistura de passado e futuro, representando uma existência contínua além do tempo.

Conforme demonstrado na história acima, concentrar-se no momento presente pode nos ajudar muito ao longo da vida.


14 visualizações1 comentário

Posts recentes

Ver tudo

1 comentário

Avaliado com 0 de 5 estrelas.
Ainda sem avaliações

Adicione uma avaliação
Convidado:
17 de mai. de 2023

“Se quiser conhecer a causa passada, olhe para seu efeito presente; Se quiser conhecer o efeito futuro, olhe para sua causa presente.”

Buda

Curtir
bottom of page