Observe sua mente - Parte 1

Procure observar a sua mente; de onde surgem os pensamentos? Nesta etapa, procure observar o encadeamento dos pensamentos a medida que surjam.

Um pensamento surge do pensamento anterior, que procede do outro anterior, que procede do outro, que procede do outro.

Observe essa longa manifestação de pensamentos (minhocação) sem se envolver, apenas observe.

Para observar os pensamentos que fluem através da mente, esqueça o conteúdo e preste atenção ao processo.

Procure observar que há aquele(a) que observa – você – e há uma mente que pensa, à parte daquele(a) que observa.

Foi a partir dessa observação que os sábios da antiguidade criaram o conceito de alma ou espírito, um ser que existe em você, e que não é a sua mente.

Este ser é capaz de observar o fluir dos pensamentos através da mente, compreendendo que, embora a mente seja uma manifestação inerente a si, não é você (é parte de você, mas não é você).

Quando se pratica a meditação, descobre-se que não somos nossa mente, pelo simples fato de que, se o fossemos, bastava querer parar de pensar e pronto – pararíamos de pensar!

Meus pensamentos existem independentes de mim – já que não sou meu pensamento, posso escolher se quero me envolver com ele ou não.

Se tenho um pensamento de solidão e me envolvo com ele me sinto solitário; se não me envolvo, apenas o percebo passar.

O Budismo e outras filosofias do Oriente afirmam que o sofrimento tem sua origem no apego que temos às coisas que não nos pertencem e que a felicidade surge de nos contentarmos com aquilo que legitimamente nos pertence

Precisamos então, saber duas coisas: 􏰁 O que nos pertence?

􏰁 O que não nos pertence?

Pertencem-nos apenas: os nossos pensamentos; as decisões que se originam em nossos pensamentos; as ações que conseguimos realizar a partir das decisões que se originam em nossos pensamentos.

E o que não nos pertence? Todo o resto!

Não nos pertencem o corpo, as roupas que usamos e nenhum de nossos bens materiais; os pensamentos dos outros, as decisões que não se originam em nossos pensamentos e as ações que independem das decisões que se originam em nossos pensamentos.


9 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo