5 CONTINUAÇÃO DO RELATO

5 CONTINUAÇÃO DO RELATO:

Quando estavam em Magada ou mesmo quando estavam em peregrinação, todas as manhãs, como ascetas mendicantes, dirigiam-se a um dos povoados próximos e mendigavam comida.

Havia todo um ritual iam em fila indiana com o Buda à frente, caminhando dentro de uma técnica em que observavam cada passo e cada respiração, o que lhes dava uma grande dignidade.

Paravam quando alguém lhes oferecia alimento e era comum que alguns moradores se ajoelhassem ao longo da estrada em sinal de respeito.

Quando recebiam suas oferendas os bhikshus recitavam orações para as pessoas.

Era uma vida simples e serena.

Esse tipo de vida favorecia o DESAPEGAR que é o ensinamento do Buda que faz parte das Quatro Nobres verdades.

As Quatro Nobres Verdades são:

1 – Tudo é dor;

2 – A causa da dor é o apego.

3 – Cessando o apego cessa a dor.

4 – O caminho para cessar o apego é a Senda Reta dos Oito Caminhos.

Esses conceitos podem parecer difíceis a um leitor desavisado, mas no decorrer destes relatos vou explicar cada um desses pontos.

6 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Muitas pessoas associam a personalidade de alguém budista ao pacifismo, a serenidade, dizem “aquela pessoa é zen”. Isso acontece em virtude das informações que recebem sobre o budismo e pela indicaçã

Continuando: E aí vem a questão: o que leva as pessoas a não experimentarem? A resposta é longa, mas vejamos alguns pontos: - Existe a questão cultural, da pessoa que está aprendendo há séculos que de

“Não creia em algo porque está escrito em seus livros sagrados. Não creia em algo porque eu o digo. Traga à reflexão e à razão. Se isso a você fizer sentido, então alí deposite seu coração”. Muito bem